Política de emissão de ADM’s AIR FRANCE-KLM

Segue política atualizada para emissão de ADM’s AIR FRANCE e KLM, com vigência a partir de 21/01/2018, em substituição à política anterior datada em 01/01/2017, em conformidade com as disposições da Resolução IATA 850m. Uma ADM será gerada para a agência que emitir e/ou alterar o bilhete; efetuar, alterar e/ou bilhetar a reserva e efetuar reembolso de bilhete e/ou EMD e poderá ser disputada conforme a regulamentação da IATA BSP Brasil, nas seguintes situações:

1 – Divergências na emissão de documento.

2 – Diferenças tarifárias (valores, regras, incentivos, etc.) seja para cotações automáticas ou manuais na emissão do documento em tarifas publicadas e negociadas.
Para tarifas de grupos, falta de código do contrato de Grupos (número TIGRE) e a referência Amadeus do PNR no tour code, será enviada uma ADM com valor fixo de EUR 10.

3 – Divergências de valores ou não recolhimento de taxas e adicionais, franquias ou quaisquer outros encargos aplicáveis.

4 – Repasse de custo do GDS por segmentos improdutivos, passivos ou porcentagem de cancelamento.

5 – Segmentos inativos, com status HX/NO/UC/UN, que permanecerem na reserva a partir de 24 horas da partida do voo, será cobrada taxa de EUR 3.50 por segmento e por passageiro.

6 – No-show: Tarifas com restrição de no-show sofrerão envio de ADM no valor da tarifa do bilhete quando as regras do parágrafo não forem respeitadas.
Exceto para os bilhetes emitidos no Brasil e com início da viagem no Brasil, desde que as reservas tenham sido canceladas com pelo menos 90 minutos antes da partida do primeiro voo que figura no bilhete.

7– Violação da política de reservas AIR FRANCE KLM para obtenção de melhor disponibilidade: as reservas devem ser efetuadas utilizando a disponibilidade ponto a ponto, e não a disponibilidade por trecho.

8 – Prolongação abusiva do prazo para emissão do bilhete (Ticket Time Limit – TTL): será enviada ADM por segmento e por passageiro no valor de EUR 50 em cabine Econômica ou EUR 100 nas demais cabines.

9 – Para reservas efetuadas ou modificadas, cujos segmentos tenham sido “descasados” (quebra de segmentos casados) será cobrada ADM por segmento e por passageiro no valor de EUR 450 nas cabines Econômica ou Premium Economy e EUR 950 nas cabines Business (Executiva) ou La Première (Primeira classe). A ADM será enviada à agência que fez a reserva (agências IATA) ou para o agente emissor do bilhete (caso a agência que fez a reserva seja: não IATA ou com IATA não identificado).

10 – Reservas duplicadas: efetuar várias reservas do mesmo passageiro em voos diferentes no mesmo dia ou em dias consecutivos para o mesmo itinerário. Caso as reservas duplicadas sejam detectadas pela AFKL, as mesmas serão canceladas e será cobrada taxa de EUR 8 por passageiro e por segmento cancelado.

11 – Utilização de bilhete AF (057) ou KL (074) para emissão de tarifa não permitida com empresas aéreas não autorizadas, e/ou em desacordo com as regras estabelecidas pelas companhias envolvidas (Misplating). Será cobrada a diferença para a primeira tarifa pública aplicável da empresa aérea, ou, caso não disponível, a diferença para a primeira tarifa aplicável AFKL. Caso as opções anteriores não estejam disponíveis, serão cobrados valores fixos: para voos de longa distância, EUR 1.000 para cabine econômica ou EUR 3.000 para as demais cabines; para voos de média distância, EUR 300 para cabine Econômica e EUR 600 para demais cabines.

12 – Utilização de empresa aérea não permitida em tarifas AFKL pública ou negociadas, será cobrada a diferença para a primeira tarifa pública ao qual a empresa aérea é permitida.

13 – Utilização de classe de reserva incorreta ou rota não permitida em outras empresas aéreas, será cobrada ADM baseada na tarifa aplicável por cabine e por segmento da respectiva empresa aérea.

14 – Não inserção de informações mandatórias requeridas conforme regras tarifárias (ex.: não informação da data de nascimento quando Infant, falta das informações de tarifas corporativas, etc.), será cobrada ADM no valor de EUR 50.

15 – Franquia de bagagem (campo: baggage allowance) não preenchido ou preenchido erroneamente, será cobrada ADM por peça excedente ou não informada no valor de EUR 100, para voos de longa distância e EUR 55 para voos de curta e média distância.

16 – Passageiros portadores de bilhete com tarifa negociada de Tour Operador ou Estudante que não apresentarem documentação específica e/ou não respeitarem as condições de elegibilidade no momento de qualquer embarque na viagem, será cobrada uma ADM por passageiro e por bilhete nos seguintes valores:

Cabine Econômica: EUR 100 para voos de curta distância, EUR 150 para voos de média distância e EUR 250 para voos de longa distância.
Para as demais cabines: a tarifa será recalculada para a primeira tarifa pública irrestrita na mesma cabine

17 – Grupos:

• Não cumprimento das condições e regras especificadas no contrato tais como tarifas, taxas e número de passageiros (mínimo de 10 passageiros),
• Penalidade para cancelamento da não materialização de Grupos. Uma ADM será cobrada para cada passageiro NO-SHOW. O número de passageiros envolvidos é a diferença entre 10 e o número atual de passageiros que viajam na saída do grupo. Cada ADM será calculada com um valor fixo: voos de curta distância EUR 80, voos de média distância EUR 350 e voos de longa distância EUR 650.
• Emissão em estoque de outra companhia aérea diferente da especificada no contrato será cobrada ADM no valor de EUR 100 para cada bilhete.

18 – Discrepâncias geradas por emissão incorreta (bilhete, reembolso, CCCF ou valor da autorização da venda).

19 – Divergências na forma de pagamento.

20 – Rejeições de cartão de crédito (chargeback – Resolução IATA 890) – o agente de viagens é responsável pela verificação e guarda dos dados do titular do cartão de crédito (não disputável).

21 – Utilização do MOR (Merchant of Record) da AIR FRANCE / KLM pelas agências de viagens deve estar de acordo com a resolução IATA 890 (regras vendas cartões de crédito).
A autorização deve ser válida unicamente para o cartão do cliente. Em nenhuma hipótese um cartão emitido no nome da agência, ou em nome de uma pessoa autorizada a agir em nome do Agente ou funcionário deverá ser usado em conexão com a venda de Documentos da AIRFRANCE KLM.

22 – Correção por emissão incorreta de EMD (ex.: campos cash collection ou credit balance não preenchido, etc.).

23 – Correção de Reembolso (ex.: recuperação de valores lançados incorretamente, inclusive incentivo; inserção dos cupons de voos incorretamente e/ou fora de ordem, etc.).

24 – Repasse de custos administrativos, judiciais e/ou tributários oriundos do não respeito à legislação fiscal brasileira.

25 – Repasse de custos administrativos, judiciais oriundos do não respeito as leis e regulamentos da aviação civil brasileira.

26 – Cobrança de taxa administrativa de BRL 90 por auditoria de documentos ou reembolsos emitidos incorretamente.

27 – Voado não reportado (não disputável).

28 – Bilhete cancelado, mas voado (não disputável).

Em caso de ADM’s referentes a bilhetes emitidos de forma automática, a AIR FRANCE KLM solicita que a agência emissora faça a contestação da ADM diretamente com o GDS envolvido.

Os valores acima mencionados serão cobrados em Reais.